quinta-feira, 24 de maio de 2018

Relendo...ao acaso: Hanna

Episódio
Os cavaleiros da morte

Série
Hannah

Autores
Desenhos: Franz
Argumento: Annestay

Dados sobre o episódio
Leitura: álbum
Edição: Asa
Data da Edição 1992
46 páginas
 
Resumo
Hannah uma menina judia, amiga de Tadeu, que não é judeu, vê o seu pai ser morto pelos militares, assim como o seu irmão, este por culpa de Tadeu.
Hannah cresce, Tadeu estuda para advogado, e em Varsóvia dá-se o reencontro.
Mas a paixão antiga traz consequências imprevisíveis, que terminam com a partida de Hannah para a Austrália.

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Efeméride: Le Rallic

Faz hoje 127 anos que nasceu, 23 de maio de 1891, o autor Etienne Le Rallic.
Vinheta de  Capitão Flamberge, por Le Rallic


Le Rallic faleceu em 3 de novembro de 1968

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Colecção Herói n.º 1

Com a data de 15 de novembro de 1975, surgia no mercado uma revista de 32 páginas ao preço de 3$50, sob a direção de Roussado Pinto.
O formato de 190x270 mm permitia a publicação de séries de tiras sem necessidade de remontagens nem necessidade de reduzir o tamanho das vinhetas a dimensões que tornavam em outras publicações, os desenhos quase ilegíveis.

Apesar de  se apresentar como promissora, em função da banda desenhada publicada neste primeiro fascículo, não ultrapassou os quatro números, saídos todos com grande irregularidade, terminando em 15 de fevereiro de 1976.

sábado, 19 de maio de 2018

5 x Infinito

No primeiro episódio da série, criada por Esteban Maroto, há uma convocatória de um ser extraterrestre a cinco humanos com aptidões físicas e intelectuais extraordinárias, para formarem um grupo capaz de resolver situações complicadas em qualquer ponto do universo. Este  episódio tem como principal função apresentar os cinco humanos protagonistas de mais 19 episódios que se seguiriam: o astrónomo, Altar, defensor da existência da vida alienígena; a psiquiatra Aline; uma  estrela de cinema de nome Aline; um guarda-costas profissional Orion e um duplo de cinema, protagonista de cenas perigosas, Sirio.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Harry Houdini

Harry Houdini nasceu em 24 de março de 1874 nem Budapeste, com o nome de Ehrich Weisz. Foi um dos maiores ilusionistas de sempre tendo também sido conhecido como o grande Houdini. Muitos dos seus truques, que lhe deram fama, consistiam em escapar de situações praticamente impossíveis, em locais onde estava amarrado ou encarcerado, e aparentemente a sua vida correria perigo se não encontrasse forma de escapar.
Aos 9 anos já era trapezista em espetáculos organizados pelo seu pai, mas cedo desenvolveu uma grande paixão pelos truques de ilusionismo.
A sua morte, em 31 de outubro de 1926, sobreveio na sequência de uma atuação. Numa demonstração em que suportava socos no estomago, foi atingido de surpresa sem ter tempo de se preparar para receber os impactos. Sofreu uma peritonite, mas tendo recusado tratamentos para continuar a realizar os espetáculos programados, rapidamente a situação evoluiu de forma fatal.
Houdini ficou também conhecido por desmascarar charlatães que se diziam possuidores de poderes paranormais, que na verdade não passavam de truques.

Na minha coleção tenho dois trabalhos que abordam a vida de Houdini,

Houdini, o homem mistério, desenhado por Jean Graton e publicado na revista Cavaleiro Andante, número 166


Houdini, el rey de los magos, publicado em Vidas Ilustres, número 104, de 1 de setembro de 1964, desenhado por Raul Alva

quarta-feira, 16 de maio de 2018

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Relendo...ao acaso: Gene Autry

Episódio
Nas malhas da espionagem

Série
Gene Autry

Autores


Dados sobre o episódio
Leitura: Colecção Tigre 40
Data da edição : 1 de julho de 1958
 
Resumo
Gene Autry recebe uma mensagem de uma mulher misteriosa que de seguida desaparece. Como a menagem tinha a indicação de “secreta” decidiu entregar ao FB, onde se descobre que ele foi tomado por um agente que tinha sido atropelado. A mulher tinha-lhe entregue a mensagem por engano, pelo que, com o apoio do FBI decidiu manter a identidade falsa. Toda a trama de desenvolve em torno do roubo dos planos de construção de um foguetão atómico,
 
Comentário
Como era costume em muitas edições portuguesas da época, não se consegue identificar a assinatura do desenhador nem as datas de edição original.